" Pensar o passado para compreender o presente e idealizar o futuro" (Heródoto)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

O município de Benevides e a abolição


O município de Benevides-PA, celebrou em março deste ano 128 anos da abolição dos escravos. A cidade em 1884, foi a primeira da Amazônia a abolir a escravidão, quatro anos antes de a princesa Isabel assinar a lei Áurea. A data é um feriadão no município e o mês de março é voltado a intenso trabalho da comunidade escolar sobre história e igualdade de direitos.
O escritor e historiador José Leôncio Ferreira, que esta escrevendo a história de Benevides há dois anos, conta que o persidente da Província do Grão-Pará, General de Armas Rufino Enéas Gustavo Galvão (Visconde de Maracajú e abolicionista) chegou ao município às 6h do dia 30 de março de 1884, no cruzador Souza Franco, acompanhado do vapor Pará. Ele presidiu a cerimônia simbólica de libertação de seis escravos (mas que representavam o fim da escravidão dos demais). Os escravos eram: Maurício, Quitéria, Florência, Macário, Gonçala (a mais velha com 40 anos) e Luiz (o mais jovem com 14 anos).
Depois desse evento, Benevides se tornou refúgio pra vários escravos que fugiam em busca de libertação.
Fonte: Amazônia Jornal, 31MAR2012.

4 comentários:

  1. Útil para um trabalho escolar, sobre a conciência Negra

    ResponderExcluir
  2. Útil para um trabalho escolar, sobre a conciência Negra

    ResponderExcluir
  3. Ótimo resumo... Orgulho de ser Benevidense.

    ResponderExcluir